Custo de Oportunidade

Este termo foi provavelmente um dos termos que mais me impactou em toda a minha vida profissional e não só.

De facto nunca tinha pensado nisto a sério… nem eu, nem possivelmente a maior parte das pessoas. Mas porque será que não nos ensinam isto nas escolas e nas universidades?

Esta é uma pergunta que faço a mim mesma deste há um tempo para cá?

Durante o periodo de tempo que vivi na Escócia, o meu primeiro mentor falou-me sobre o ‘custo de oportunidade’… nessa altura pensei que ele se estava a referir apenas a um termo economico e mais nada.

Depressa percebi que o verdadeiro conceito era muito mais profundo do que eu pensava e contemplava outro tipo de custos muito mais importantes e significativos.

Então, o que quer dizer custo de oportunidade?

O termo “custo de oportunidade”, também chamado de “trade-off”, refere-se à relação direta entre a ESCASSEZ e uma ESCOLHA. Ou seja, cada vez que fazes uma escolha, estás automaticamente a abdicar e a desistir de outra.

A definição mais básica de custo de oportunidade define o preço de algo que poderias ter feito se não tivesse feito a tua primeira escolha.

E esta é a razão principal porque muitas pessoas fracassam antes mesmo de tentar.

Porquê?

Porque infelizmente, nem nas escolas, nem nas universidades, ensinam a importância de analisar os ‘custos de oportunidade’ e estes são tão ou mais importantes do que os outros custos.

Tudo na vida tem dois custos: o custo financeiro ou monetário e o custo de oportunidade. Mas será que sabes medir os custos da maneira mais vantajosa?

Os empreendedores que conseguem calcular o custo de oportunidades são, na maioria das vezes, aqueles que conseguem tomar as decisões mais acertadas e mais bem sucedidas.

Quem não o faz, arrisca-se a deixar para trás uma grande carreira de sucesso ou o esforço de muitos anos desperdiçados com base numa má escolha.

Queres saber como isso funciona?

Anota o seguinte:

– Quais são os tipos de custos que existem e qual a importância em conhecê-los?
– O custo de oportunidade é uma das coisas mais importantes que deves ter em conta.
– A tua carreira como empreendedor depende da tua perspicácia na análise deste conceito.

Embora o conceito do custo de oportunidade esteja fortemente enraizado na economia e nas finanças, os custos de oportunidade devem ser medidos com base nos teus próprios sentimentos e valores pessoais.

Porquê? Ora repara:
– O melhor exemplo disso é quando páras para pensar em todas as coisas que poderiam ter acontecido se tivesses feito escolhas diferentes. Quando isto acontece estás a pensar no custo de oportunidade.

Imagina se não tivesses aceite aquela oportunidade que alguém um dia te colocou à frente e que mudou completamente a tua vida para melhor? E se não tivesses ido a uma determinada festa onde conheceste o teu grande amor? Ou feito aquela viagem que te permitir angariar determinados aliados para o teu negócio?

E se… e se…?

Acredita, poderias enlouquecer tentando descobrir todas as coisas que poderias ter feito. É por isso que a determinação ainda é uma virtude.

O objetivo de estudar o conceito de custo de oportunidade não é fazer com que constantemente adivinhes as tuas ações ou estratégias, mas sim poderes estar ciente que as tuas escolhas podem ter consequências.

Após leres este artigo já percebeste que mesmo não fazer nada é, por si só, uma escolha que tem seus próprios custos de oportunidade.

O custo da oportunidade está intimamente relacionado aos trade-offs (trocas).

Lembra-te que o custo de oportunidade está indissoluvelmente ligado à noção de que quase todas as decisões exigem um trade-off (troca) e o pior, é que o nosso tempo na terra é limitado e “um dia” poderá ser tarde demais.

Nunca poderás ocupar dois lugares ao mesmo tempo. Isso significa que ao escolheres um destino de férias, estás automaticamente a abdicar de outro… no entanto, isto seria até pacifico comparativamente com tudo o que abdicas e renúncias, como o direito de viver novas experiências e aproveitares novas oportunidades que podia elevar a tua vida até ao próximo nível, apenas que escolhes dar “oportunidade” ao medo e incertezas…

No entanto, repara: nunca ninguém teve a certeza de tudo, nem nunca ninguém teve todos os sinais verdes… a não ser a certeza em si próprio.

A tua vida é a soma de todas as tuas decisões. E isto, em poucas palavras, é a definição do custo de oportunidade.

Ainda com dúvidas? Então, pensa nisto:

– E se Walt Disney nunca tivesse começado a desenhar os seus bonecos animados?
– E se Elton John nunca tivesse composto músicas?
– E se Warren Buffett tivesse desistido quando foi rejeitado pela Harvard Business School?
– E se Thomas Edison nunca tivesse inventado a lâmpada?
– E se Michael Jordan tivesse parado de jogar quando foi retirado da equipa de basquetebol?
– E se Steve Jobs nunca tivesse voltado à Apple para liderar o futuro da tecnologia?

Toda a tua (a nossa) vida é custo de oportunidade e ninguém escapa a isto:
Faz o teu melhor e vai em frente.

Gostaste deste artigo? Foi útil para ti? 
Então, copia este link e partilha nas redes sociais para que outros também tenham acesso:
 https://www.monicanvicente.com/custo-de-oportunidade/

Fala comigo no messenger.
Vou adorar saber o que fazer e o que te falta para dares aquele passo em frente e elevares o teu negócio e a tua vida até ao próximo nível.

Subscreve Para Receberes Conteúdos Fantásticos no Teu Email

Se gostaste deste artigo, tenho a certeza que também vais gostar:

O conteúdo Custo de Oportunidade aparece primeiro em Monica N Vicente.