Network Marketing – As Razões Levam a Defender esta forma de Empreendedorismo

Neste artigo, vou indicar-te 5 razões que me levam a defender o Network Marketing, como Forma de Empreendedorismo, e que também te poderão ajudar a ti, caso decidas optar por este modelo de Negócio.

Network Marketing - As Razões que Me Levam a Defender esta Profissão

O meu interesse pelo empreendedorismo já me acompanha há anos, mas acentuou-se bastante após a crise mundial de 2008. 

Nessa altura, vi tudo à minha volta desmoronar-se. E quando digo “tudo”, foi mesmo tudo! Uma carreira de 15 anos na na Industria Financeira, a minha casa, a minha estabilidade profissional e financeira… e tudo isto, para além de me afectar individualmente, acabou também por afectar a minha família.

Nessa altura, mentalizei-me que só tinha uma saída: emigrar! E foi assim que decidi emigrar para o Reino Unido, nomeadamente para a Escócia, onde tive a oportunidade de contactar com pessoas de várias nacionalidades, culturas e faixas etárias diferentes.

Durante o tempo que lá vivi, deparei-me com uma realidade diferente e que gosto de chamar de “empreendedorismo viral”.
Porquê este nome? A razão é simples!

​Cada vez mais, a progressão na carreira e os empregos ditos “seguros e estáveis” escasseiam e, actualmente, torna-se urgente arranjar uma solução. Seja a part-time, seja a full-time.

Tal como Lúcio Lampreia afirma no livro ‘Mude’ (já agora, um livro que te aconselho a ler):

“o mundo do trabalho mudou. E no futuro as empresas vão deixar os seus palácios e viver na rua. Vão valorizar as pessoas pelo seu contributo e não pela sua posição hierárquica. Vão manter apenas as pessoas que geram valor e pensar em rede será uma das competências mais valorizadas… O modelo de trabalho já não é paternalista. Já não se espera que a empresa cuide da vida dos seus colaboradores – e não cuida mesmo! Longe vai o tempo em que era oferecido um relógio de ouro aos funcionários com 50 (!) anos de empresa… O modelo agora é dos trabalhadores independentes que correm o mundo à procura de projectos desafiantes, de pessoas que querem colocar o seu talento ao serviço dos projectos que vão integrar. As pessoas já não querem ser expectadoras da sua profissão, querem que o seu trabalho seja um contributo válido para a peça final”.

Assim sendo, a minha procura incessante passou a incidir em descobrir um modelo de negócio com baixos custos iniciais de investimento e de manutenção, acessível a todos, independentemente do background e experiência profissional.

Foi assim que descobri o Network Marketing e toda a magia desta profissão.

​Descobri também que vários países já possuem, inclusive, cursos universitários sobre este tema.

As razões que me levam a defender esta profissão, são muito simples!

A independência ainda permite que tenhamos uma melhor qualidade de vida de forma a conseguirmos conciliar melhor o trabalho com a família. Para além de que, conseguir atingir os resultados a que nos propomos faz-nos muito bem. Por isso, o orgulho é reconhecido como uma das principais razões para alguém se tornar um empreendedor.

  • A Quarta Razão: Aumento da rede de networking.
    Através desta profissão e com a criação e desenvolvimento do seu próprio negócio, temos a oportunidade de conhecer pessoas incríveis, tanto a nível nacional como internacional. E não há nada melhor do que conhecer novas culturas e países para aumentar nossa experiência de vida e possibilitar que a nossa mente se abra para novas ideias.

Com isso, o nosso círculo de amizade aumenta e a nossa rede de relacionamento torna-se ainda maior e mais sólida. Mais uma vez, temos aqui, novamente, a chance de ajudar mais pessoas, apresentando o nosso projecto umas às outras e obter ajuda através de uma lista de contactos cada vez mais extensa.

Em qualquer empresa ou qualquer outro ramo de negócio é extremamente importante que todos trabalhem em harmonia para que essa sinergia se reflicta no resultado final. E aqui não é excepção.

  • A Quinta Razão: Obter rendimentos superiores
    Esta é uma das características do empreendedorismo que mais chama a atenção dos potenciais empresários. A possibilidade de ganharmos quantias maiores e não estarmos simplesmente presos a um salário fixo é tentador.

Por último… e não menos importante…

Um agradecimento a esta forma de empreendedorismo, que acredito a 100%, e que,
pelo mundo fora, continua a proporcionar grandes oportunidades a homens e mulheres, de diferentes backgrounds, culturas, idade e que sem o NetWORK Marketing não seria possível.

Quando subtraímos o tempo que passamos a dormir, o tempo que necessitamos para nos deslocarmos para o emprego, o próprio tempo de trabalho em si e o tempo para todas as outras coisas que necessitamos de fazer, durante todos os dias da nossa vida vida…, a verdade é que quase todos nós deixamos de ter mais de uma ou duas
​horas por dia para fazer o que realmente nos dá prazer e gostam de fazer.

E e se tivéssemos todo esse tempo?
Teríamos dinheiro para fazer tudo o que gostaríamos?

Esta é uma profissão, é mais que um negócio. É uma forma de estar na vida que nos
nos ensina a ser “donos da nossa vida”, construindo um negócio com baixo investimento e baixos custos de manutenção e temos um sistema para fazê-lo que é tão simples qualquer um pode fazê-lo.

Net-WORK-ing é transversal a todos os seres vivos.

Todos os dias nos relacionamos uns com os outros e partilhamos algo: ideias, serviços, etc., através da rede de contactos que todos nós, sem excepção, temos. Todos nós pertencemos a um mesmo ecossistema que por si só requer uma dependência mútua entre pessoas.

O que é que precisamos de fazer para escolher a empresa certa?

Este modelo de empreendedorismo é chamado o negócio do século XXI. E não é por acaso!
Há cada vez mais pessoas, em todo mundo, a aderir a esta profissão que é igualmente uma oportunidade financeira incrível.

Actualmente quase todos nós já fomos abordados por várias empresas e representantes das mesmas.
Mas a questão que se coloca é:

– Que empresa escolher e o que tenho que ter em conta no processo de escolha?

São vários os elementos que devemos ter em conta. E para isso, preparei um mini curso especial para ti, com um resumo sobre a definição desta profissão, algumas curiosidades, porque deves escolher bem a tua equipa e a sinergia de 3 sistemas que necessitas para alavancar o teu negócio.

 

Clica Aqui para Acederes ao Mini-Curso que Fiz Para Ti: Afinal o Que é Mesmo o Network Marketing

​​Network Marketing – As Razões Levam a Defender esta forma de Empreendedorismo aparece primeiro em Monica N Vicente.