O episódio que me motivou a ser Instrutora do Programa Baby Signs®

Conto sempre esta história nos meus workshops, pois foi assim que tudo começou!

Vou contar-lhe como me cruzei com o Programa Baby Signs® e o impacto que teve em mim, ao ponto de querer ir a correr tornar-me instrutora! Aqui vai:

Estava num jantar de família, para rever uns primos que viviam em Inglaterra e tinham chegado para passar as suas férias em Portugal. Na altura, tinham uma menina de 12 meses.
O apartamento estava cheio, quase a família toda lá estava!!

E “por acaso”, a bebé passou por mim, no meio da multidão, em direção à mãe com um braço estendido a abrir e a fechar o punho. Recordo-me de pensar: “que forma estranha de pedir colo…só com um braço?”

O que aconteceu a seguir deixou-me de queixo caído…a mãe baixou-se ao nível da filha e com um tom doce pergunta-lhe “queres leitinho, filha? vamos lá buscar”.

A minha prima mais nova tinha acabado de indicar que queria especificamente leite sem recorrer a choros nem birras de fome?? 

E quando pergunto à mãe se a menina fazia gestos para comunicar, a resposta natural foi: “É Baby Signs, é muito comum em Inglaterra, aqui não há?”

 

Artigo relacionado: O que é e para que serve o Programa Baby Signs?

 

E pronto! Cá estou,  desde 2009 que levo esta ferramenta a pais e profissionais e desde o início de 2017 a representante do Programa pioneiro em Linguagem gestual para bebés em Portugal. Tudo por causa deste episódio que mudou a minha vida e posteriormente a vida do meu filho! Há “acasos” muito especiais, não há?

 

Artigo relacionado: Aos 12 meses o meu filho fazia 31 gestos e dizia duas palavras

 

Episódios como este estão constantemente a acontecer com os pais e profissionais que usam o Programa Baby Signs®!! No nosso grupo secreto chegam histórias e vídeos de derreter corações!

 

Um dia Feliz,

Sabla D’Oliveira

 

 

 

beebo