O Que São os Valores e Porque é Tão Importante Tê-los (Inspiração Episódio 7)

Valores nos negócios, nas decisões e na vida? Para que servem e porque é tão importante tê-los? Pensaste nisso recentemente?

Artigo Relacionado: Como Atingir Sucesso Pessoal e nas Organizações, e Criar uma Vida Abundante – Visão, Missão, Valores e Outras Coisas

Um professor disse-me um dia que eu sei se sou uma pessoa de valor se for uma pessoa de valores.

Quando lhe perguntei:

– Como vou eu saber se sou uma pessoa de valor?

Ele respondeu:

– Quando as tuas decisões forem congruentes com as tuas decisões, as tuas decisões forem congruentes com os teus pensamentos e os teus pensamento forem congruentes com os teus valores, aí és uma pessoa de valor.

Irás saber quando fores colocado perante a decisão entre  ter um resultado rápido e grande, fazendo coisas contrárias aos teus valores, e ter um resultado lento e penoso se fores congruente com eles… e tu decidires ser congruente. Aí saberás que és uma pessoa de valores.

Sabes a parte melhor? No final, ser congruente nunca é tão lento nem tão penoso como poderia parecer, é somente uma ilusão para te testar, porém o resultado, seja ele qual for, é o único que vale a pena.

Clica no "Play" acima para veres o vídeo. 
Abaixo tens a transcrição se preferires ler:

Os valores são muito importantes, os valores são coisas que orientam a tua vida, não é só o que se faz e não se faz, não é só o que se decide ou não se decide, é o que orienta a tua vida numa determinada direção. Os valores são tão importantes por isso.

Os valores são aquilo que determina o preço que estás na disposição de pagar para atingir determinado objetivo e também a motivação de fundo que te leva a fazer as coisas.

Acredito que muitas pessoas, e tu talvez, não tenham pensado ainda muito nisso e por esse motivo este tema é tão importante

Pensa acerca dos valores da vida: quais são os valores que orientam as tuas decisões e que orientam as tuas ações e que orientam os teus pensamentos: dos pensamentos vêm as decisões, das decisões vêm as ações.

Hoje quero falar um pouco sobre isso porque isto é muito importante.

Há 3 valores que regem a minha vida. Este conhecimento é fruto de alguma meditação e de alguma decisão.

Há coisas que eu, definitivamente não faço porque vão contra os meus valores e há coisas que definitivamente faço porque estão de acordo com os meus valores e com os meus objetivos.

Artigo Relacionado: [Bom Dia] Paga o Preço das Tuas Escolhas

O primeiro dos valores é a Liberdade.

Eu creio que nós fomos feitos para sermos livres e entendo a liberdade num sentido lato. Temos muitas liberdades: temos liberdade de expressão, temos liberdade de associação, temos liberdade para criar coisas, para viajar, para nos relacionarmos, para nos reunirmos… as liberdades civis, a liberdade religiosa… são tudo liberdades, não necessariamente a Liberdade.

Este é um dos valores mais fortes para mim: a Liberdade Pessoal: a liberdade de poderes determinar o rumo da tua vida, a liberdade de poderes escolher depender de alguém ou poderes escolher ser independente: a liberdade de poderes optar por “não seres livre”.

É uma liberdade interessante o poder entregar a liberdade na mão de outra pessoa, que é o que acontece quando assumes um compromisso com essa pessoa.

Artigo Relacionado: Abdicar da Liberdade de Escolha, Escolhendo

Estas são formas muito profundas de liberdade e eu vivo por isso, esse é um dos valores mais fortes que me orientam.

Outro valor é o da responsabilidade.

Enquanto que, do lado da liberdade está tudo o que tem a ver com os direitos, do que tens o direito de fazer enquanto indivíduo, do lado da responsabilidade está também a noção do dever. Creio que não há uma coisa sem a outra.

Artigo Relacionado: Liberdade e Responsabilidade no Ninho das Águias

A responsabilidade diz-nos que vivemos no mundo com outras pessoas e que temos de nos relacionar com elas e que somos co-responsáveis todos, uns pelos outros.


post_middle

As minhas decisões não me afetam somente a mim, afetam todas as pessoas à minha volta. Por isso eu sou livre para tomar as minhas decisões mas também sou responsável por interferir de forma positiva nas vidas das outras pessoas.

Daqui vem a responsabilidade humana, normal, que temos uns com os outros pelas interações que temos, mas vem a responsabilidade social também: que é a responsabilidade que eu tenho enquanto membro da sociedade de contribuir para que as outras pessoas, enquanto sociedade, sejam melhores, tenham melhores condições e sejam mais livres.

Contribuir para a liberdade das outras pessoas significa inspirá-las, significa ajudá-las, significa elevar as outras pessoas, ensinar a elevar, e daqui vem toda a nossa responsabilidade.

O terceiro valor, grande para mim, é a felicidade, que tem a ver com a realização pessoal.

Gastar a vida a fazer coisas que não nos realizam é desperdiçar a vida.

Passar a vida toda a escalar uma montanha, a perseguir uma carreira, a perseguir um emprego, a perseguir projetos e depois, no final da vida olhar para trás e ter a perceção de que gastou a vida inteira a escalar a montanha errada, penso que deve ser uma das coisas piores que podem acontecer.

Ter a perceção de que a vida foi desperdiçada, de alguma forma, deve ser uma das experiências piores que se podem ter.

Por isso, este é um valor que me acompanha constantemente: o valor da realização pessoal, o valor da busca da felicidade.

Artigo Relacionado: Como Ser Feliz Independentemente das Circunstâncias (Inspiração Episódio 8)

Por isso, tudo o que faço e tudo o que penso, os meus pensamentos, são monitorizados por estes 3 grandes valores.

– O valor da Liberdade
– O valor da Responsabilidade
– E o valor da Busca da Felicidade

Há coisas que eu não faço.

Posso estabelecer objetivos, depois fazer planos, e, desses planos há muitas coisas que eu poderia fazer e há coisas que eu não faço, se estiverem contra estes meus valores.

É para isso que servem os valores: para colocarem umas guias na nossa vida.

Não fazer o que está contra os valores, por muito eficaz que possa ser, e fazer o que está de acordo com eles, significa ser coerente.

Artigo Relacionado: O Segredo Para Sermos Nós Mesmos

Coerência é a adequação entre os teus valores, os teus pensamentos, as decisões que tomas e as tuas ações que daí advêm.

Quando entras neste nível de coerência, de alinhamento, tornas-te numa pessoa alinhada e os resultados aparecem assim como por magia.

Não há atrito, não há interferências, as coisas fluem de uma forma maravilhosa.

 

Save

Gostarias de Receber os Meus Artigos?

Se Gostaste Deste Artigo Podes Receber os Novos Artigos Diretamente na Tua Caixa de Correio!Subscreve para Receberes:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.